31 julho 2006

Comunista não come criança - fuzila

Yurovsky conduz a família até um quarto no andar térreo, com a desculpa de que seria necessário "fazer uma fotografia para provar que eles estavam sendo bem tratados". Ao entrar no quarto, pede que todos - o pai, carregando no colo seu filho doente de apenas 13 anos, sua esposa, suas quatro filhas de 17, 19, 21 e 22 anos, o médico da famíla e mais alguns empregados - fiquem de pé ao longo da parede. A esposa, Alexandra, aparentemente sem suspeitar do que está para acontecer, pede algumas cadeiras para que seus filhos possam sentar-se. Duas ou três cadeiras são trazidas e Alexei, a criança, é colocado numa delas. Subitamente, homens fortemente armados entram no quarto. Nicolau, o pai, percebe o que vai acontecer e vira-se para tentar proteger seu filho caçula, mas Yurovsky atira em suas costas, matando-o instantaneamente. Os membros do pelotão de extermínio, cerca de uma dúzia, abrem fogo sobre o restante do grupo.

Orgulho Gay?

Domingo, dia de chuva. Não obstante, praia de Copacabana lotada. O motivo? A Parada do Orgulho Gay, que reuniu mais de 500 mil pessoas. Direitos iguais, independente da preferência sexual, sim. Mas o que seria exatamente ter orgulho de ser gay? Uma coisa é pedir o fim do preconceito, o tratamento isonômico. Outra, bem diferente, é tentar garantir privilégios via Estado e afirmar sentir orgulho somente pelo fato de gostar de pessoas do mesmo sexo. Sentimos orgulho por sermos virtuosos, corretos, inteligentes, honestos, independente de sermos homossexuais ou não. Mas não se sente orgulho pelo simples fato de ser gay. Um gay desonesto sentirá orgulho de que? De gostar de outro homem? Isso lá é motivo para se ter orgulho? O orgulho diz respeito às características do caráter, não aos aspectos físicos de nascença ou à preferência sexual. Ninguém sente orgulho por ser ruivo, baixo ou careca. São – ou deveriam ser – aspectos irrelevantes para o sentimento de orgulho, que deveria estar atrelado ao caráter, à inteligência.

30 julho 2006

Uma história do Gulag

Pouco conhecida é a história de um dos maiores crimes contra a humanidade. O Gulag (acrônimo de Glavnoe Upravlenie Lagerei – Administração Central dos Campos), foi uma rede de campos de trabalho forçado que se espalhava por toda a União Soviética. Cerca de dezoito milhões de pessoas passaram por esse sistema de trabalho escravo, tema do livro Gulag, de Anne Applebaum.

29 julho 2006

O Paradoxo de Stalin

Ao revisar para a publicação a sua biografia oficial, o ditador Stalin ordenou que fosse incluída uma frase mencionando que ele jamais deixou que seu trabalho fosse prejudicado pela mais leve sombra de vaidade, presunção ou idolatria. Negar dessa forma tão grotesca a vaidade é justamente confessá-la abertamente, aos brados! A questão que fica é se o ditador soviético pretendia enganar de forma deliberada seu público ou se mentia para si mesmo. Normalmente, o hipócrita é mais calculista, medindo os efeitos de seus atos e colocando-se no lugar da vítima, para não errar o alvo. Um absurdo tão flagrante desses parece mais ser um caso de enorme auto-engano mesmo. Mas nunca se sabe! Este caso nos remete à atualidade brasileira, onde um presidente que comanda o governo mais corrupto de todos os tempos afirma, concomitantemente, ser a alma mais ética da nação. As contradições entre as declarações de Lula e seus atos, fazendo não só vista grossa como subindo no palanque ao lado dos tais corruptos, levanta a questão sobre hipocrisia ou auto-engano. O presidente Lula pode tratar-se de um caso extremo de maquiavelismo, com espantosa cara-de-pau, onde tudo vale pela busca do poder, ou pode ser a maior vítima de auto-engano já vista, repetindo absurdos na maior inocência, mentindo com a firmeza de quem “sabe” falar a verdade.

Expansão para 23 vetada.

Faço referência sobre o post passado, por que foi vetado o projeto de expansão para 23, o número de profissões para a área de jornalismo.

28 julho 2006

O Crime Está Liberado!

José foi em uma boate. Seu intuito era beber. Na mesma boate, estaria presente João, que não gosta de José. O dono da boate sabia que ambos estariam presentes. Não reforçou a segurança. José se desentendeu com João, e partiu para a briga. Agrediu tanto o pobre coitado, do nada, que o outro acabou indo parar na UTI de um hospital. José é inocente! Afinal, a negligência do dono da boate o torna o único responsável pela violência. Ele deveria ter antecipado a briga e colocado mais seguranças na casa noturna. José é praticamente uma vítima no caso. Ele tinha ido apenas para beber. O que importa o fato dele ter agredido do nada um inocente, mandando-o para o hospital? Parece brincadeira, mas essa seria justamente a opinião do juiz Ricardo Augusto Soares Leite, da 10ª Vara Federal. Este juiz foi aquele que mandou soltar os 32 integrantes do MLST, acusados pela depredação da Câmara dos Deputados. Está certo que uma boate não é a Câmara. Merece mais respeito. Mas o “argumento” apresentado pelo juiz foi o de que a “reunião” estava previamente agendada, e o presidente da casa deveria ter antecipado o clima de tensão que se instalaria. Logo, os dois casos são análogos. Concluiu o juiz: "Essa situação de prévio agendamento da manifestação a ser realizada no Congresso enfraquece a tese de que os representantes do MLST foram à Casa Legislativa com o intuito de cometer crimes".

Jardineiro, exemplo para os governantes!

Tem-se tratado sobre a subsidiariedade e para demonstrarmos a naturalidade deste sábio princípio podemos pegar vários exemplo do dia-a-dia. A função que um simples jardineiro desenvolve é um destes.

Estudo sobre os Príncipios de Subsidiariedade, Autoridade e Solidariedade

Os estudiosos da filosofia política e da doutrina social católica especificam três princípios básicos numa sadia ordem social: autoridade, solidariedade e subsidiariedade.

Esses três princípios devem atuar conjuntamente para o bem comum. Sendo os três necessários, o princípio de autoridade proporciona a unidade e a finalidade da sociedade. Como se pode ver, um desequilíbrio de qualquer desses princípios pode lesar o bem comum. Exagero de solidariedade conduz ao coletivismo; exagero de subsidiariedade leva à anarquia; e excesso de autoridade conduz à tirania, como é evidente nos regimes totalitários.

27 julho 2006

Esquerda Festiva Carioca

Pelos cariocas, o segundo turno das próximas eleições se daria entre Lula e Heloísa Helena. É o que mostra a última pesquisa do Ibope, onde a senadora fica à frente de Alckmin, com 19% das intenções de voto. E isso não é o mais estarrecedor! A candidata pelo PSOL tem o melhor desempenho entre os eleitores cariocas com maior renda e escolaridade. Heloísa Helena, que adora Che Guevara e gostaria de transformar o Brasil em uma Cuba gigante, tem 26% dos votos entre os eleitores com ensino superior! Lula, o presidente do “mensalão” e camarada de Chávez, obtém 29% dos votos. PT ou PSOL, eis as escolhas do carioca que estudou. Falam em educação como uma verdadeira panacéia. Seria o caso de perguntar: essa educação?

Sobre o show do Slipknot, ou ‘Incoerências filistéias’

Para mim, rock é mais ou menos como gibi ou buffet de sorvete: é legal, divertido, mas sei que há coisas melhores e só aquilo não me sacia e nem pode ser levado muito a sério. Dias atrás assisti a um show da banda Slipknot num canal de tevê a cabo. O som dos caras, dentro da proposta, é bom. A performance é impressionante. Mas duro de agüentar é o discurso, não só pelas blasfêmias... Leia mais aqui.

Manifesto Protestante contra os "pastores" e evangélicos envolvidos na Máfia dos Sanguessugas

Em virtude dos recentes escândalos da CPI dos Sanguessugas, envolvendo um grupo de pessoas que são denominadas "pastores" e evangélicos, a lista Cristãos Reformados, que envolve cristãos protestantes de diversas igrejas, herdeiros da Reforma, levanta sua sua voz contra os falsos cristãos que se aproveitam da inocência de fiéis para obter vantagens pessoais desonrando o nome de Cristo

26 julho 2006

Proselitismo Compulsório

Em meu último artigo, Justificando o Injustificável, mostrei que sou forçado a bancar um grupo de sindicalistas que fica pregando o socialismo de forma escancarada – com o dinheiro dos outros. Neste artigo, pretendo mostrar que o leitor, mesmo não sendo um economista carioca, também é obrigado a contribuir na propagação de idéias estapafúrdias e retrógradas. Não sou a única vítima. A corja de parasitas espertos se alastrou como “gremlins”, alojando-se em tudo que é lugar e contando sempre com uma “mãozinha” do “papai” Estado.

Justificando o Injustificável

O Jornal dos Economistas é um jornalzinho mais engraçado que qualquer gibi infantil. Ele pertence ao CORECON-RJ (Conselho Regional de Economia) e ao SINDICON-RJ (Sindicado dos Economistas do Estado do RJ). Todo economista carioca é obrigado a contribuir com o Conselho, caso contrário terá um dia de salário descontado. Trata-se de um monopólio garantido pelo governo. Os sindicalistas usam essa verba compulsória para a divulgação de verdadeiras estultices – tudo em nome dos economistas cariocas. Eu sou um economista carioca. Em meu nome é que não falam!

Lula e PT, tudo a ver!

Lula e PT, tudo (tudo mesmo) a ver!Os marketeiros da campanha de reeleição do Lula estão tentando separar a figura do candidato da imagem do PT, isolando-o da avalanche de escândalos que envolvem o partido e a base aliada — como se Lula e PT fossem coisas diferentes e estanques. Para isso a ordem é abusar do verde e amarelo durante a campanha; vermelho-PT só o mínimo necessário. Para esclarecer os incautos e manter a "figurinha" do Lula colada, bem colada, no album de coleção das corrupções petistas, de onde ela nunca saiu nem sairá quer saiba ou não das maracutaias da sua turma, visite o blog Verbi Gratia e pegue cópia maior da figurinha "Lula = PT", exposta aí ao lado.

25 julho 2006

NEAG, P!

TANSTAAFL é o acrônimo para o adágio "There Ain't No Such Thing As A Free Lunch", que traduzido para o português deu em "Não existe almoço grátis". Sim, esta frase ficou tão famosa que nossos amigos anglo-saxônicos resolveram criar uma "sigla" para diminuir o trabalho de repeti-la a toda hora. E este conceito ficou tão batido por lá, que naquelas terras não há mais muita gente que ainda acredite em almoço grátis. Há quem creia em fenômenos paranormais, discos voadores, duendes, etc - mas "free lunch" quase todos sabem que não existe. Aqui no Brasil, ao contrário, a crença no "almoço grátis" é generalizada. Pouca gente por aqui parece ter alcançado discernimento suficiente para saber que nada é de graça, tudo tem um preço, mesmo que não seja você que o pague. (post de março/2006, mas sempre atual aqui no Bananão)

24 julho 2006

O continente árabe

As forças de paz das Nações Unidas falharam em Srebrenica, na Bósnia, e em Ruanda. Ainda assim especialistas fazem questão de colocar uma força de paz multinacional como única solução para o conflito. Lamento informar-lhes, mas desde 1978 a ONU mantém tropas na fronteira Israel-Líbano que custam US$ 100 milhões anuais.

As Idéias de Heloísa

A candidata pelo PSOL à presidência, Heloísa Helena, atinge um patamar nada desprezível de 10% de intenções de voto nas pesquisas mais recentes. Creio ser relevante, então, conhecer alguns pontos centrais do programa pregado pela socialista.

23 julho 2006

Dos elementos essenciais do relacionamento entre namorados que se pretende duradouro

O presente texto é uma incursão no campo da auto-ajuda. Não no sentido pejorativo do termo, mas em seu sentido próprio. Trago os resultados de minha observações, experiências e estudos, condensados em breves indicações aos interessados em lograr êxito neste setor da vida, a saber o namoro como estado pré-matrimonial, que nos apresenta tantas e tão difíceis e constantes provações. Decidi fazê-lo depois das duas demandas feitas num mesmo dia, e das (muito) freqüentes feitas nos últimos tempos por esclarecimentos maiores sobre esse tema.
Espero que o meu propósito, qual seja o de suscitar a reflexão profunda acerca do namoro e do matrimônio nos leitores amigos, se cumpra com excelência. Não quero, nem posso, esgotar o assunto.

Filme prejudicou a venda do livro “Código Da Vinci”

Segundo notícia vinculada por The New York Times, "Movie scrambles The Da Vinci Code sales" (Filme faz despencar vendas do [livro] “Código Da Vinci”), 10 de julho de 2006, por Matthew Flamm, após o lançamento do filme “O Código Da Vinci”, sete semanas atrás, e que ocupa atualmente o quinto lugar nas bilheterias, as vendas do livro best-seller, que deu origem a película, “cairam assustadoramente em 80% ou mais, segundo o Nielsen BookScan”.

Profissões no jornalismo

Alguns jornalistas odeiam liberdade de expressão - sabe-se la por que - mas é através dela -a liberdade -que a população recebe a informação e o jornalista obtém o seu sustento.

22 julho 2006

Os brochas

Hoje, ao visitar o site Democracia.org.br, topei com uma entrevista do professor da Unicamp Rubem Alves publicada originalmente no jornal Folha de São Paulo. O jornal apresenta Rubem Alves como "escritor e educador". Para ser honesto, eu não conheço o cara direito; nunca li nada do que ele escreveu. Mas quando a Folha publica entrevistas ou artigos de alguém que se intitula "educador", eu penso imediatamente: "lá vem merda!".

21 julho 2006

Os Barões de Araruna

Somente uma pessoa interessada em manter o status quo da elite branca pode se opor ao Estatuto da Igualdade Racial. Só um sádico insensível e desumano não se solidarizaria perante o tratamento que a sociedade racista brasileira reserva aos afrodescendentes.

20 julho 2006

Coletânea dos vídeos do Alborghetti - Imperdível!!

Quem é mais bandido? O PCC ou a quadrilha do PT? Luiz Carlos Alborghetti comenta as últimas denúncias de corrupção envolvendo o governo Lula. Mostra o que pode acontecer se o crime organizado dominar o Brasil; descasca o pau nos "direitos humanos"; mostra o que é essa entidade denominada de "Brasil" - "este país está uma bunda!"; Ensina artimanhas aos telespectadores para matar 500 bandidos por dia com um botijão de gás, além de demonstrar como se faz para encomendar alma de vagabundo pro capeta. Imperdível!

A prisão de Ramin Jahanbegloo

Fiquei chocado com a prisão do filósofo iraniano Ramin Jahanbegloo, autor de diversas obras, entre as quais Isaiah Berlin: com toda liberdade, um dos melhores livros de entrevistas que conheço. Há um site no qual foram publicados alguns artigos que explicam o caso da prisão de Jahanbegloo, que, além de ser Ph.D. em Filosofia pela Sorbonne, ensinou na University of Toronto.

19 julho 2006

Brevíssima exposição da teologia aristotélica - Apresentação

Leitores,
Decidi publicar no Blog um brevíssimo resumo que fiz sobre a teologia aristotélica. Eu escrevi tudo isso há 2 anos. Há muitos defeitos no meu trabalho, porém, visto que a maior parte dos meus leitores é composta de pesquisadores, estudiosos, amigos e interessados, penso que não estarei fazendo um mal, pelo contrário, estarei compartilhando meus míseros esforços, e colocando em questão um tema tão magnífico. O texto que escrevi é pequeno e, penso que conseguirei postá-lo em 4 partes. Eis, neste link, a apresentação ao trabalho.

17 julho 2006

Os proxenetas da revolução

Noblat publicou uma nota em seu blog relatando uma viagem misteriosa de José Rainha, um dos líderes do MST, nesta última quarta-feira. Rainha, cujo nome é ouvido com freqüência em conversas de chefões do PCC gravadas pela polícia, esteve em Brasília e foi visto entrando na sede do IBAMA, no Ministério da Justiça e, é claro, no Palácio do Planalto. Além disso, visitou o gabinete de um deputado do PT. Mas eu não vou falar dos contatos para lá de suspeitos que o capo do MST foi fazer na capital federal. O que me interessa agora é outra informação que passa quase despercebida na notinha do Noblat.

Voto: direito ou dever?

Não concordo, com as inúmeras propagandas, ditando o seguinte bordão: "O voto é um direito e um dever do cidadão brasileiro".

16 julho 2006

A caixa de Pandora

Data de aproximados quinhentos anos o início da crença na razão humana como força poderosa árbitra das mais importantes questões, que pode levar o homem ao progresso infindo e à resolução dos mais peremptos problemas. De lá para cá, avançamos muito: criamos a análise e a crise de identidade, o Prozac e a depressão, os métodos científicos de combate às drogas e a cocaína, o silicone e a ditadura da beleza, as seitas pseudomísticas e o niilismo, o relativismo moral e os raskólnikovs, o progresso econômico incessante e o comunismo, a obesidade e a anorexia, a militância política e o genocídio, a radioterapia e a bomba atômica.

15 julho 2006

Os desvarios da Sra. Pesquisa

Antigamente eu pensava que as pesquisas de opinião apresentadas pela mídia representavam realmente o pensar das pessoas, mas a cada dia que passa começo a achar que essas tais "pesquisas" têm corpo próprio e cabeça própria, chamá-la-ei de dona, ou melhor, Sra. Pesquisa, e que ao invés de representar a opinião pública apenas diz qual o rumo quer que ela tome.

14 julho 2006

A Função Social da Propriedade

O que devemos entender por função social da propriedade? Quando uma propriedade cumpre a sua função social? A União Soviética não tinha a menor idéia dos seus custos de produção, e fundamentalmente, quebrou, por distribuir produtos a preços inferiores a seus custos. A propriedade, muito antes de começar a pertencer a alguém em particular, já se presta a uma função social fundamental, cujo princípio, por si só, já é mais do que suficiente para que o Estado se preocupe em defendê-la, dado que é a pedra fundamental de qualquer sociedade livre.

13 julho 2006

Não dá para não acreditar

É uma pena que o Senador Jorge Bornhausen tenha desistido de se recandidatar nas próximas eleições. Ele é um dos poucos políticos que não tem medo de enfrentar as patrulhas esquerdistas da imprensa, falando sempre, e com todas as letras, o que nós gostaríamos de ouvir. Ele já havia expressado nosso sentimento mais profundo ao dizer, referindo-se aos petralhas, que o Brasil deveria se livrar "dessa raça" pelos próximos trinta anos. Agora ele volta a cutucar corajosamente a onça com vara curta ao afirmar que desconfia de que existam ligações entre o PT e o PCC. Que eu saiba, ele foi o único parlamentar que teve a coragem de fazer esta ilação. Aqui nos blogs, entretanto, este é um assunto "antigo".

Família - Principal alvo da Revolução Cultural

A meta que o comunismo nunca conseguiu atingir através de bombas ou das urnas, seus sequazes estão obtendo indiretamente por meio da degradação moral da sociedade. A principal vítima: a família. Ela reagirá?

12 julho 2006

Minha Composição Ideológica

A pedido do administrador desse blog, transcrevo aqui, em suma, a fórmula da minha composição ideológica. Em economia sou libertário e, em última instância, defendo a abolição do Estado. Em religião sou Católico onde a busca da salvação molda os valores morais e éticos de minha vida e, last but not least, sou anti-marxista, anti-coletivista e anti-petista.

A conquista da individualidade I

A Grécia é a semente da civilização ocidental. De seu sólido legado, elegemos aquele que sobrepõe o ser humano em sua escala de valores: o indivíduo. Neste primeiro texto, localizamos a importância da Grécia e a referenciamos com a cultura egípcia. Naturalismo e democracia se assemelham.

A conquista da individualidade II

Sob uma cultura urbana e de liberdade, os gregos apuram sua noção de naturalismo. Neste segundo texto, definimo-los como nossa referência primeira. O movimento e a elegância fundamentam um significativo ser e estar no mundo.

Os Riscos do Welfare State

“Quando somos forçados a escolher, devemos colocar a liberdade acima da igualdade; porque a ausência de liberdade necessariamente leva à forma mais grosseira de desigualdade e de injustiça: o despotismo.” (Karl Popper) - Tradicionalmente, os direitos de um cidadão eram um conceito negativo: ele era livre de alguma coisa, como perseguição, prisão arbitrária, censura ou coerção. Atualmente, a palavra “direito” vem ganhando cada vez mais um sentido de “reivindicação”, sendo um conceito positivo: direito de moradia, escola, hospital, aposentadoria etc. Entretanto, tais bens e serviços não crescem em árvores. O Estado, para fornecê-los, precisa tirar antes de outros indivíduos. O governo age meramente como um agente de transferência, ficando com uma boa parte dos recursos para sustentar seu aparato burocrático. O grau de intervenção estatal na vida dos indivíduos é crescente, e o processo democrático, como sabemos desde Aristóteles, não impede o abuso desse poder – sempre coercitivo, colocando em risco a liberdade.

A Verdade Sufocada

Clique aqui e visite o siteNão há como sufocar a verdade, ela sempre prevalece de um modo ou de outro, por bem ou por mal. Dessa vez por bem, ela está viva e ativa no site A Verdade Sufocada. Este site disponibiliza para leitura trechos do livro "A Verdade Sufocada, a História que a Esquerda Não Quer Que o Brasil Conheça", escrito pelo Coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra e boicotado pela maioria da mídia. Além disso, lá pode-se também baixar na íntegra e gratuitamente o livro "Rompendo o Silêncio", do mesmo autor. Eu li e recomendo "A Verdade Sufocada". Conheça os fatos sobre a história recente do nosso país que os seus professores não ousaram contar no Ensino Fundamental nem na Universidade. Eles morrem de medo que você a conheça. Não seja mais uma marionete de "cabeça feita" na mão dos doutrinadores do sistema, procure por você mesmo conhecer a verdade: leia este livro. .

10 julho 2006

Apartheid: De jeito nenhum.

Anda em curso uma proposta, que valida as cotas raciais nas universidades brasileiras. Houve uma reação contra essa proposta; alguns dizem que é um incentivo ao racismo.

Como Fazer a Revolução Liberal

Todos os movimentos de esquerda tem apresentado modelos de prática econômica cujos fundamentos são facilmente superados pela argumentação teórica da Escola Austríaca e da Escola de Chicago. Todavia, no que diz respeito estratégia e tática para alcançar o poder, são os movimentos de esquerda que tem superado os pensadores liberais. É tarefa deste artigo propor uma teoria do poder, uma teoria capaz de apresentar o caminho para conduzir os pensadores liberais à vitória política sem violar os princípios mais básicos do liberalismo que é a rejeição à violência e à fraude e que possa se rivalizar em eficiência, com os métodos leninistas e gramscianos do movimento comunista.

A Vingança de Nimrode: O Esquerdismo Global

A Bíblia Sagrada nos conta - no livro de Gênesis - como um homem poderoso chamado Nimrode tentou desafiar a Deus construindo um edifício que poderia tocar no céu.

Desta maneira ele poderia aumentar o seu orgulho e força perante os homens. Deus evitou que Nimrode e seus seguidores pudessem terminar o mais alto edifício da terra criando uma grande confusão entre eles. Começaram a falar em línguas diferentes de modo que um não poderia entender o outro. Falantes de mesma língua saíram da Mesopotâmia e começaram a popular outras partes do mundo. A construção nunca terminou e ficou conhecida como a "Torre de Babel".

Esta foi a primeira vez que o homem pensou que era mais poderoso do que Deus. Naquela ocasião Deus venceu.

Mas desde este episódio, a humanidade tem novamente unido suas forças. Temos internet, temos aviões, temos telefones e temos a globalização. Até mesmo a barreira da linguagem não é mais um obstáculo às pessoas em volta do globo para comunicarem-se umas com as outras.

Todas estas coisas não são por si mesmas boas ou más, mas criaram as condições para o surgimento de uma Nova e Global Liga AntiDeus.

Isto poderia ser descrito como "A Vingança de Nimrode".

09 julho 2006

O Mito do Protocolo de Kyoto

Enquanto ambientalistas espertos (geralmente vinculados a alguma ONG) e outros tantos sujeitos bem intencionados, mas ignorantes, tacam horror no mundo sobre o apocalipse climático gerado, sobretudo, pelas nações mais ricas (leia-se EUA), por outro lado, estudos e pesquisa séria advertem que essa história não está bem contada.

08 julho 2006

A Rússia Patrimonial

“A história da Rússia oferece um excelente exemplo do papel que a propriedade desempenha no desenvolvimento dos direitos civis e políticos, demonstrando como a sua ausência torna possível a manutenção de um governo arbitrário e despótico.” (Richard Pipes) - Na Rússia, a noção de direitos individuais era totalmente submersa pela noção de obrigações para com o monarca. Somente em 1785 a coroa garantiu a posse de propriedades. Comparar a história da Rússia com a da Inglaterra, como fez Richard Pipes em seu livro “Propriedade e Liberdade”, é bastante elucidativo para comprovar a teoria do autor de que o direito de propriedade privada é uma condição totalmente necessária para que exista liberdade, ainda que não seja condição suficiente.

God save the State

Falta-me paciência para econometria, tanto que propus ao professor fazer meu trabalho sobre um Lorde, o Keynes, simplesmente “o maior economista do século XX”, afirmativa que não ouso contrariar, se considerarmos como maior em fama, falta de apego à verdade e, é claro, em influenciar inocentes úteis, inúteis e culposos vigaristas. Uma certeza carrego: os frutos sempre têm a natureza das sementes que os geram.

Retrato da doutrinação

Segue texto de um professor agredido pelos alunos simplesmente por tentar ensinar - era aula de filosofia - noções de ética e filosofia grega numa escola de tendência confessadamente relativista. É um belo retrato do que se passa no Brasil.

07 julho 2006

Adestramento

Filosofia e sociologia passam a ser obrigatórias no ensino médio. (Globo online, 07/07/06) Segundo a reportagem lincada acima, a lavagem cerebral marxistóide na escola não se resumirá mais apenas às disciplinas de história e português. Os moleques do nível médio vão ter agora de agüentar os barbadinhos de brinquinho e sandálias de couro também nas aulas de filosofia e sociologia.

A Dignidade do Empresário

Marcos, 42:44 Jesus chamou-os e disse: «Sabeis como aqueles que se dizem governadores das nações têm poder sobre elas, e os seus dirigentes exercem sobre elas a sua autoridade. 43Mas entre vós não deverá ser assim: quem de vós quiser ser grande, deve tornar-se o vosso servidor, 44 e quem de vós quiser ser o primeiro, deverá tornar-se o servo de todos”.

"New look" socialista - lobo disfarçado de ovelha

Edson Carlos de Oliveira
A experiência mostrou aos marxistas a insuficiência dos meios tradicionais de atingir o poder e o domínio da opinião pública e forçou-os a um "new-look". Compreenderam eles a necessidade de vestir pele de ovelha para penetrar em certos ambientes.

Cartas Marcadas

O presidente Lula, interessado somente na sua reeleição, devolveu ao PMDB o comando integral dos Correios. A estatal, que emprega mais de cem mil funcionários, esteve no epicentro do escândalo de corrupção que assolou o governo Lula recentemente. Em troca, o partido de Sarney garante apoio maciço à reeleição de Lula, que no passado considerava o mesmo Sarney o próprio demônio em pessoa. Em política, como vemos, vale tudo pelo poder.

06 julho 2006

Pós-modernidade e fé cristã

Quase todas elas são bobagens sem mais tamanho, mas se há uma característica da tal pós-modernidade, (são poucos os bons teóricos que usam tal termo) é a descrença na possibilidade de um conhecimento pleno sobre as coisas, o ceticismo quanto à pura apreensão do que de fato é um objeto por parte do sujeito; enfim, a descrença na objetividade racional.

05 julho 2006

Poucas notas (2)

Publicadas caricaturas de Jesus Cristo. Saiam às ruas! Protestem contra a blasfêmia! Mr John Howard pede o fim do Big Brother Australia. O Estado de S. Paulo protesta contra o poder dos políticos na mídia. E o poder da mídia na política?

Quem paga o pacto?

Boa tarde, em http://fdoporto.blogspot.com as colunas Metralhadora Giratória, Raios e Trovões, Veneno na Câmara do mensário on paper Folha do Porto, que circulou a 29/06 e, também, um artigo de hoje, sobre o pacto que os políticos tentam costurar para "salvar" o Estado (RS), artigo no qual comenta-se, mais uma vez, a estranha forma como o diário de luxo de Porto Alegre faz a cobertura de fatos políticos. A quem interessar possa, desde já, mui grato pela atenção, Bertrand Kolecza (kolesza na web) redator

Era Marx satanista?

Segundo Richard Wurmbrand, autor de Marx & Satan (Era Karl Marx um satanista?), Karl Marx não visava em primeiro lugar a tão propalada igualdade comunista, mas sim a destituição de Deus de seu lugar na sociedade e no coração das pessoas. A julgar por uma das mais eficientes devastações que o comunismo empreendeu onde quer que fosse implantado - a da fé (conforme as histórias da Rússia, da Coréia do Norte, da Albânia, da China, de Cuba etc.) - , isso não parece tão longe da verdade. De fato, todas as expressões concretas do comunismo, além de não cumprirem com o que prometiam, combateram a religiosidade de modo tão eficaz que engendraram um povo descrente ou alienado da transcendência divina, além de uma cruel perseguição aos fiéis remanescentes. Continua no blog.

Da derrota brasileira

Não há comparação possível do Brasil com outra das grandes nações do mundo que não me deixe envergonhado. Não é pessimismo nem lamentação. É uma tentativa de descrever o que sinto vivendo aqui. Uma pena saber que alguém supôs que eu trato de Copa e não da situação geral do Brasil neste post. Não é culpa de quem supôs, afinal, só se fala disso.

04 julho 2006

'Ainda vai tornar-se um imenso Portugal'

"Não se atrevam a torcer por Portugal nesta Copa do Mundo. É crime de lesa-pátria ficar ao lado dos colonizadores que espoliaram nossas riquezas e exterminaram os verdadeiros brasileiros". A intelligentsia ataca Portugal pelo mesmo motivo por que ataca os EUA: puro vitimismo terceiro-mundista.

A Vergonha do Mundo é Nossa

Como querer ganhar a Copa com um time em que ninguém joga no país? Quem não tem vontade nem de permanecer no país, quanta terá para defender as suas cores? A culpa da derrota é nossa. Os jogadores, não tendo gratidão pela pátria, não demonstra-la-ão.

Renascido em 4 de julho

Meu colega de "Blogs Coligados", Rodrigo Constantino comemora seu aniversário neste dia 4 de julho. Eu também. Enquanto ele está chegando à idade da razão (30) eu chego aos 42 - mas com preparo físico de 41, devo esclarecer. Sou um legítimo filho da "revolução" pois nasci no ano da "redentora" - 1964, que aliás é o verdadeiro "ano que não terminou" da memória nacional. 1964 continua - como um fetiche - a assombrar a vida política nacional. Mas o assunto aqui é outro. A "Revolução Americana" é o que a data lembra. E muitos me dizem que a data do meu aniversário cai como uma luva, em função de minha simpatia pelos Estados Unidos.

Nascido em 4 de Julho

Dizem que errar é humano, mas insistir no erro é burrice. O que falar então de uma insistência ininterrupta, ano após ano, por 230 anos? Hoje é o aniversário daquilo que foi um dos marcos mais importantes do mundo, a Declaração da Independência Americana. Ali estaria selada, em poucas palavras, a função básica do governo, afirmando categoricamente a soberania do povo sobre o Estado. Cada indivíduo seria livre na busca pela sua própria felicidade. As regras seriam iguais, não os resultados. Infelizmente, o homem tem memória curta, e esquece das aulas básicas de seus grandes pensadores.

Respeito vs. Tolerância

Hoje, tolerância é “termo” recorrente na mídia, pronunciada por dirigentes de ong’s em programas ditos culturais ou por políticos em discursos inflamados; tolerância é algo que não mais se propõe, mas se exige.

03 julho 2006

Não do urso, é claro

Luís Afonso Assumpção, em artigo publicado em seu blog, refere-se de passagem ao fato de que investidores capitalistas do ocidente presenteiam países comunistas com toneladas de dinheiro. Isso me fez lembrar um comentário do professor Plínio Corrêa de Oliveira, dizia ele que esta atitude é por causa de uma "crença ingênua, de fundo "rousseauneano", de que o homem é naturalmente bom e só se torna agressivo em razão da miséria. Num mundo onde todos estejam saciados, os homens não cometeriam crimes, nem as nações empreenderiam guerras. Farte-se de riquezas o povo russo e o perigo de guerra desaparecerá. É este o pressuposto que leva tantos americanos – e não americanos – a depositar uma fé cega na coexistência pacífica. E assim se explica essa política, que depois da viagem de Nixon a Moscou se vem [1972] evidenciando, de encher a Rússia de fábricas, de técnicos, de oleodutos e de créditos esplêndidos para pagar tudo isto. Isto sai mais barato do que uma guerra, pensa Tio Sam."

Olavo de Carvalho responde a um "Liberal"



Existe um fosso - às vezes instransponível - entre conservadores como eu e liberais como o descrito por aqui. Enquanto nós, por exemplo, denunciamos a China como um regime comunista e portanto não merecedor das atenções - e investimentos - do Ocidente, muitos liberais acham que jogando mais dinheiro por lá sua transformação em capitalismo democrático será automática. Olavo de Carvalho neste artigo desmonta um por um os "argumentos" (melhor dizer "apelos emocionais" ) mais usados para categorizar como "teoria da conspiração" qualquer tentativa de entendimento mais aprofundada sobre os movimentos políticos do mundo de hoje.

02 julho 2006

As diretrizes do programa de governo petista

Endureci o estômago, deixei o nojo de lado, apartei-me dos escrúpulos que disso me impediam e fui ao site do PT. Encontrei as “Diretrizes para a elaboração do programa de governo” (http://www.pt.org.br/site/assets/publi_diretrizes.pdf) , cuja análise, se traz pouca coisa de novo, é uma interessante amostra da mendacidade e do cinismo humanos (ou não, eles são petistas...).

A História é uma estória

O Presidente tem uma visão peculiar da História do Brasil: era uma bagunça à espera de um Moisés que bradasse contra algum faraó. Na Espanha, Zapatero transforma a Seguna República, uma sucessão de golpes e revoluções, na "experiência mais democrática" da história daquele país.

01 julho 2006

Desisto

Os petistas, nós o sabemos, são os mestres do cinismo. Precisaram roubar tanto única e exclusivamente para comprar óleo de peroba. Defendem hoje o que há alguns meses condenavam ferozmente. Fazem o que não permitiam aos outros de maneira nenhuma. Transformam em publicidade o que, durante seus tempos de oposição, prometiam abolir. A pizza que tantas vezes clamaram podre, hoje são eles que a assam.

Política e a Copa

Num momento em que os brasileiros se preocupam em demasia com um assunto de importância objetiva duvidosa, discutindo e projetando os resultados de um mero campeonato esportivo, enquanto milhares de assuntos muitíssimo mais interessantes e com urgência infinitamente maior pedem um mínimo de atenção e ação daqueles que hoje clamam pelo “hexa”, uma quadrilha de bandidos e salafrários vai tomando conta, com o aval de 100 por cento das autoridades públicas, de praticamente todas as dimensões do aparelho estatal, o qual, aos poucos, vai sendo confundido com o próprio partido hegemônico. Leia mais

Neoliberalismo ou neo-socialismo?

Os problemas econômicos que assolam nosso País provêm da aplicação de princípios do liberalismo econômico? Ou está-se qualificando de neoliberal uma política baseada, de fato, em princípios socialistas?

Uma questão de agradar

Muitos reclamam que a Microsoft, mantem o monopólio de Sistemas Operacionais e faz de tudo para que seus concorrentes -Linux e Macintosh- não tenham espaço no mercado.

Enquete de julho do blog Sociedade Aberta

A partir de hoje, há uma nova enquete no blog Sociedade Aberta. A pergunta é: "Educação: quem deve zelar?". A enquete tem 4 alternativas e vai até 30 de julho de 2006. Não deixem de participar.