30 setembro 2006

Arte Degenerada

Em 1937 foi organizada em Munique a Exposição de Arte Degenerada. O objetivo dos nazistas era desqualificar a arte moderna, pois sua ideologia só aceitava a valorização da monumentalidade e da raça superior. Tudo que fosse contrário aos seus ideais recebeu o rótulo de arte degenerada. Na imagem ao lado Hitler inspeciona os preparativos da exposição às vésperas da inauguração.

Demarquia Já!

Convidamos o leitor a conhecer Margaret Tse, Vice Presidente Executiva do Instituto Liberdade, Conselheira da Associação Comercial de Porto Alegre e Associada do IEE, que aqui colabora comos Blogs Coligados com um artigo valioso...

Europrostíbulo

"A reportagem do jornal espanhol “El Mundo” que aponta a cidade de Natal como “a nova meca do turismo sexual europeu” está correndo o mundo nas asas da Internet. Ricardo Careca Lemos, que estava no interior do Pará, no meio da selva, foi acordado por um companheiro que presta serviços para uma importante mineradora que contratou também as idéias de Careca para projetos na área de arquitetura. O cara tinha acabado de ver na Internet as “delícias” de Natal. E lá estava, inteiro, o texto do jornal de Madrid que, por sua vez, era citado por um caçuá de blogues...

Anti-anorexia

"O governo espanhol e os principais fabricantes de roupa de Espanha estão a negociar um acordo que unificará os tamanhos da roup a e promoverá uma imagem física mais saudável, longe da magreza extrema...

Enquete de outubro do Blog Sociedade Aberta já está no ar.

Depois de dois meses sem enquete, o blog Sociedade Aberta já divulga uma nova enquete.
A pergunta é a seguinte: "Você é a favor da liberação dos cassinos no Brasil?"Vem com três opções: "Sim", "Não", "Não sei".
O prazo para votar irá até o dia 31 de outubro de 2006.

29 setembro 2006

A boa candidata

Gostaria de vos apresentar uma das candidatas ao Governo da Califórnia, cujas eleições estão marcadas para o próximo dia 7 de Novembro. Trata-se de Mary Carey, uma emergente porno-star que pretende destronar Arnold Schawarzenegger...

O grosso, o queridinho e o fofinho

Vamos hoje tentar dar o nosso modesto contributo para a tentativa de resolução do mais velho conflito do mundo. Não, não estamos a falar do conflito israelo-árabe (aliás, uma brincadeira de garotos comparado com este que ora vos trazemos) Falo sim da guerra edénica que tem oposto os homens às mulheres (ou vice versa!)...

Luís Inácio Collor de Mello

Eu falei no último post que Lulla é um exímio explorador da pobreza - logo, dos pobres também. Pois eu leio na edição de hoje do Globo que um outro mestre na arte de se aproveitar da "miséria das massas" está prestes a voltar a Brasília.

Nosso cara-de-pau-brasil

Nosso ministro tem uma cara-de-pau tão inacreditavelmente rara que, se fosse planta, seria um modelo único de pau-brasil.

Monólogo de Eldorado

Leia o artigo de nosso colaborador, Sr. Walmari Prata :
(...)
Perguntei também: por que me culpas? Fui em teu socorro defender-te de sem-terra e principalmente de pseudo sem-terra, que te saqueavam, te aprisionavam, não te deixavam seguir. Fui como estava, sem meios, descoberta, mas fui, precisavas de mim. Acreditei no respeito às Instituições, no temor da força; fui surpreendida, atacaram-me, apedrejaram-me, alvejaram-me, instintivamente reagi, a princípio como força. Depois, a emoção, o medo, o instinto de preservação fizeram parte de meu ser. Agi como células isoladas, deixaram de ser força. (...)

Mamãe eu quero!

Nem todos os que votaram contra a proibição do porte de armas de fogo pretendem ter uma. Era uma questão de princípio. No caso da proibição dos castigos físicos a crianças é a mesma coisa. Trata-se de reagir à tentativa do Estado não só de invadir o "asilo inviolável" do indivíduo como ditar como ele deve relacionar-se com seus filhos.

28 setembro 2006

Em Berlim

"Chegamos à capital alemã pela noite. Na estação de trem,um episódio insólito: um mendigo (sim,a Europa tem mendigos,embora muito menos do que o Brasil) veio nos pedir dinheiro. Em alemão, naturalmente. Meu amigo respondeu, em inglês, que não falava alemão e o pedinte, prontamente, refez seu pedido - em inglês! Ficamos boquiabertos com o que vimos. Meu amigo não teve saída senão atender ao pedido do mendigo.
Fomos em busca do nosso hotel. Era, para variara, um pequeno e simples hotel, localizado na parte leste da cidade, na antiga Berlim Oriental. Perceptível é o desnível entre as duas partes da cidade outrora dividida. Sim, a parte leste é bem mais pobre a atrasada do que a parte oeste."

Mais piadas sobre a União Soviética (3ªparte)

- Ano passado, produzimos 1000. Esse ano, 10000, e ano que vem serão mais de um milhão!

26 setembro 2006

"A vanguarda do Atraso" - de volta ao futuro?

Ontem fui ao lançamento do livro organizado pelo jornalista Diego Casagrande chamado " A Vanguarda do Atraso". O livro reúne uma dezena de depoimentos de jornalistas que tiveram sua atividade profissional de alguma forma prejudicada durante o governo de Olívio Dutra do PT no RS. José Barrionuevo, Denis Rosenfield, Políbio Braga, Rogério Mendelski, Gilberto Simões Pires, entre outros, contam os episódios mais escabrosos de tentativa de tolhir a liberdade de opinâo entre os anos de 1999-2002.

powered by performancing firefox

Entre a nobreza e a vulgaridade

Ortega y Gasset
Li e reli alguns textos do filósofo e jornalista espanhol Ortega y Gasset. Ortega escreveu um livro chamado “A rebelião das massas”. Senti uma afinidade espiritual fora do comum com este filósofo da terra de Cervantes. Resolvi escrever comparando algumas de suas idéias com minhas observações. Excerto: Para Ortega, nobreza é sinônimo de vida esforçada, posta sempre a superar-se a si mesma, “a transcender do que já é para o que se propõe como dever e exigência”. Afirma que, desta maneira, “a vida nobre fica contraposta à vida vulgar e inerte, que, estaticamente, se reclui a si mesma, condenada à perpétua imanência, caso uma força exterior não a obrigue a sair de si. Daí que chamemos massa a este modo de ser homem - não tanto porque seja multitudinário, quanto porque é inerte”.

O Bode Expiatório Inexpiável

Ao mesmo tempo que Lula não pode ser culpado de nada, pois isso destruiria qualquer pretensão eleitoral do PT, o partido precisa dele, pois é o único quadro com ampla penetração. Esse problema é o ponto fraco do PT, e deve ser explorado por quem quer o retorno da democracia no Brasil.

O Brasil Precisa É de Paparazzi

Domingo é feriado (que redundância) e, já saturado como estou, não consigo nem acompanhar os noticiários. Euclides da Cunha, dirigindo-se à Floriano —não me culpem se não concluíram o 2º Grau e só saíram de porre — enfim, Euclides disse que não foi o presidente que se ergueu, mas a nação que afundou. Eu ainda estou tentando salvar-me, de qualquer forma possível, mantendo a cabeça alta e respirando quando posso. Recomendo fazer a mesma coisa. Mas é a questão que cansei de tanta discussão desnecessária. A solução para o Brasil é uma só: precisamos de paparazzi.

É sério.

Continue Lendo, ora bolas...

25 setembro 2006

Leia o nosso editorial da Semana!

Por Klauber Cristofen Pires: "E do que Ele Sabia"? Há muita informação ainda não explorada pela campanha de Alkmin, sobre fatos cuja participação Lula não pode se esquivar de que não sabia. Ao contrário, Lula e sua turma tem atuado de forma institucional.

O Aborto, sob uma Visão Liberal

O zigoto possui um DNA diferente do pai e da mãe, denunciando a formação de um novo indivíduo, ou melhor, de um novo ser humano. Do ponto de vista da doutrina liberal, portanto, não será exagero dizer, conquanto possa ser hilário, que o zigoto é a pessoa mais pobre da sociedade, pois todo seu patrimônio consiste em uma única célula!
Querer especular que uma gravidez possa ser interrompida, aos três meses, ou aos nove, é abrir a porta aberta do relativismo que pode autorizar o assassínio de um “serzinho” indefeso minutos antes de vir a respirar, ou mesmo depois, porque, ora, como diz aquela piadinha maldosa, depois que entrou a cabecinha...

O Imbecil relançado

O Christian foi o primeiro a avisar: Olavo de Carvalho está relançando seu livro O Imbecil Coletivo. Apesar de divergir fortemente em relação a algumas de suas posições, eu não consigo deixar de admirar a inteligência e sobretudo a coragem deste homem, que durante tantos anos foi um dos poucos a assumir abertamente a defesa das idéias de direita no Brasil. Por anos a fio o cara foi visto como uma aberração, e não era para menos: filósofo direitista num país em que as faculdades de Filosofia (e de História, Sociologia, Comunicação...) são verdadeiras fábricas de robozinhos de esquerda, Olavo jamais desperdiçou uma oportunidade de atacar a mediocridade do establishment acadêmico e a oligofrenia reinante entre os nossos "intelectuais". Como resultado, foi convenientemente marginalizado pela Zelite "progressista".

24 setembro 2006

Se houver segundo turno Alckmin está eleito

A eleição, na prática, será decidida em um turno, havendo ou não segundo. Decide-se agora. Se houver segundo turno, Alckmin está eleito.

O Brasil eleitoral visto por um estrangeiro

Esta foi mais uma semana agitada no Brasil político. A história já se conhece. Vários colaboradores próximos ao presidente Lula da Silva...

23 setembro 2006

Ainda PT, Suplicy e o Aborto

Dada a importância que o PT dá à aprovação do aborto e a proibição expressa de militar contra o assassínio de fetos aos seus militantes, quero mostrar essa determinação e, mais uma vez, implorar contra o voto no PT. Leia mais

Dúvida existencial

Como fã que fui, e sou, de Cat Stevens será que não me envergonharei de comprar o último disco do mesmo, já com o seu novo nome de Yusuf Islam... estarei a colaborar com as "maléficas" forças anti-Ocidente? Com a chegada do Outono, o doce Outono, a minha estação favorita do ano, em que já sabe bem estar sentado no sofá a ler um bom livro - daqueles pesados, com muitas páginas - enquanto me delício com uma taça de Jack Daniels (o Old Number 7) e ouço Father And Son de Cat Stevens... se possível com a lareira acesa...

'Nine-eleven': um ponto sem retorno

Há cinco anos eu estava em trabalho na cidade do Panamá com bilhete de avião para, no dia 12, voar para Washington. Durante o dia 11, fechada numa sala de reuniões, com as comunicações dificultadas, as notícias contraditórias, o estado de alerta imediatamente decretado no canal do Panamá, a ansiedade corajosamente contida de vários representantes das Nações Unidas, agências e organismos multilaterais com sede em Nova Iorque, que não tinham forma de contactar as famílias, era eu o soldado de Waterloo: não conseguia ver mais que a explosão de duas torres, provocada por dois aviões. Só à noite percebi que o segundo milénio se iniciava de facto e que aquela data marcava uma fronteira histórica irreversível.

Como perdemos o 11 de Setembro

Há décadas que a famigerada Al-Qaeda ansiava pela visibilidade. As reacções ao desastre elevaram-na à condição de grande actor da cena internacional. A sua realidade é nebulosa, mas foi-lhe atribuída a pior arma possível contra o Ocidente burguês e consumista. Uma velha máxima da História diz que nada faz mais medo aos que vivem no conforto que o alegado desprendimento de quem se entrega a uma causa. Há 158 anos foi declarado: "Os proletários nada têm a perder a não ser suas algemas" (Marx e Engels, Manifesto do Partido Comunista, 4). Era mentira, mas o grito fez tremer o sistema capitalista e quase o venceu. Hoje os jornais falam de multidões de jovens islâmicos capazes de desprezar a vida.

Ainda o 11 de Setembro

Entrei no avião, olhei a minha aerodinâmica cadeira-cama da First; eram 2.40 pm, mais ou menos. Toca o móvel que ainda não desligara, e a minha secretária de Lisboa, fala-me, em pânico, diz-me para não embarcar pois os Estados Unidos estão sob um grande ataque! Logo lhe digo que, se fôr tão grave, nem eu nem ninguém embarcará para lá. E desliguei. Depois chequei com a família, a Zézinha estava no Panamá, numa reunião da Secib, os filhos em Lisboa. Fui tendo pormenores pois todos estavam já colados à televisão.

A Direita que não havia

Não podíamos estar mais de acordo. Portugal tem tido uma direita a que costumo chamar a direita das cadeiras. É direita apenas porque as suas cadeiras estão postas à direita das do PS no hemiciclo parlamentar. É a direita geométrica. A direita que é tão estatista como a esquerda. Que é tão centrista como Sócrates. Por isso essa direita se sente invadida pelo actual PS e vota a maioria das iniciativas políticas do Governo. É a direita que almeja a conquista do El Dorado eleitoral a que por cá se chama de centrão.

Mais piadas sobre a União Soviética

Uma parada na Praça Vermelha começa com tropas, então vêm os tanques, então os aviões, então os mísseis nucleares, e então, finalmente, um pequeno grupo de homens de terno...

22 setembro 2006

Guerra das Religiões

Hoje, gostaria de vos sugerir a audição de um interessante debate sobre a Guerra das Religiões e, seu papel actual nos conflictos mundiais. A conversa teve lugar nos estúdios da Rádio TSF...

Os trens de Mussolini.

No Governo Lula desenvolveu-se uma usurpação nunca antes vista na História do Brasil, as insituições enfraqueceram e a democracia rachou. A economia, no entanto, cresceu. Nos tempos de Mussolini houve perseguição e assassinatos. Os trens, no entanto, eram pontualíssimos.

21 setembro 2006

Pesquisa Ibope e o segundo turno

Sobre a nova pesquisa do Ibope, o Noblat colocou a seguinte manchete: "Ainda não foi dessa vez." Mas a pesquisa é postiva para os tucanos.

Pesquisa Mensal de Emprego – Fonte IBGE

Doravante, os Blogs Coligados passarão a publicar as excelentes análises do Professor Ricardo Bergamini: Base: Agosto de 2006 . Em agosto, desocupação foi de 10,6%Em agosto, a taxa de desocupação no conjunto das seis regiões metropolitanas (Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre) investigadas pela Pesquisa Mensal de Emprego (PME) do IBGE foi estimada em 10,6%, ficando estável em relação a julho (10,7%).

Receita de "Lencinhos"

Os leitores irão estranhar que neste blog se forneça uma receita culinária, mas é isto mesmo: o projeto dos Blogs Coligados visa criar um veículo de comunicação que atraia o leitor para uma maior variedade possível de assuntos. A idéia é de não criar um espaço especializado, porque isto iria confinar o blog a um grupo seleto de simpatizantes e iniciados; ao contrário, procuramos proporcionar uma alternativa agradável e prazerosa, que qualquer pessoa tenha o gosto de acessar, a qualquer hora.
Então, a fim de quebrar o gelo com os leitores e mesmo com os colegas colunistas, apresento a receita de “lencinhos”: fatias de lagarto, finamente fatiadas e imersas em azeite e temperos. Os “lencinhos” são servidos frios, podendo ser acompanhados com um bom pão italiano, vinho ou cerveja gelada, e podem servir de entrada para um jantar, ou como a estrela principal em meio a uma reunião informal com os amigos.
Façam e depois comentem!

20 setembro 2006

Espinheiro, avalanche...

Como aparar o espinheiro de enganos do homem? Luther, W. H. Auden Se há uma definição para a maior parte das idéias que constituem a mentalidade moderna, essa é “espinheiro de enganos”. Thanks, Mr. Auden! Pode-se pensar também numa avalanche de equívocos que pegou o homem no meio da montanha, engoliu-o, desarticulou-o e impulsionou-o com violência até um vale gelado, onde a neve evapora e forma uma densa névoa que impede a visão e fere os pulmões.

Contra o Brasil, o Site

Enfim, chegou o dia. Tão inevitável quanto à morte, a fome ou a menina feia da sala, o dia chegou. Sei que manifestações de apoio, indignação e tristeza aparecerão. Resignem-se. No Breves Notas, de política eu não falo mais.

Para isso eu e o Gustavo criamos o Contra o Brasil, o site.

Aos que me acompanham a mais tempo, lembrar-se-ão do finado Capitolio.org - um site sobre política e tudo o mais. Saiu do ar. Foi antes dos petistas perderem seu último pingo de moral ética (outros dizem que nunca tiver alguma, but anyway). Foi preciso. Não queríamos, mas fomos obrigados. A regra é clara: se seu site é visitado regularmente por alguém em Câmaras de Deputados ou Vereadores, cuidado. Dia a mais, dia a menos, um assessorzinho de terceiro escalão vai querer subir na vida às suas custas.

Coisas da vida.

Continue a Ler

É Lula de novo, na bunda do povo.

Desculpem o termo. Foi o que eu encontrei. Escrevi este texto há mais ou menos uma semana, para comentar o governo Lula numa lista de discussão nacional de estudantes de computação. É um pequeno histórico desse governo, que caminha para mais quatro anos. Dada a inexorabilidade (essa palavra existe?) da vitória de Lula, tento um último apelo às pessoas que querem pensar, comentando seu governo. Não trato sequer do escândalo dos dossiês diretamente, mas esse tipo de coisa não é para surpreender quem mora no Brasil de Lula. Leia meu apelo

Será o Benedictus? (2)

A esquerda está tão determinada a desconstruir a civilização ocidental e suas características fundamentais - a liberdade, a racionalidade, a cristandade - que alia-se a qualquer um que queira também fazê-lo, sejam comunistas, sejam islamitas.

Piada sobre a União Soviética

Dois políticos soviéticos planejavam, de que forma iria ocorrer a destruição dos Estados Unidos...

19 setembro 2006

Reinaldo Azevedo em Porto Alegre

Iniciativa do Projeto Copesul Cultural, o Seminário Brasil Contemporâneo, realizado na Casa de Cultura Mario Quintana, em Porto Alegre, reuniu intelectuais para a discussão da identidade cultural brasileira neste início de século. No primeiro dia de debates (18 de setembro), o tema tratado pelos palestrantes foi a sociedade e a política no Brasil atual. Estiveram presentes o ex-ministro da cultura, Francisco Weffort, o escritor Moacyr Scliar, da Academia Brasileira de Letras, e o jornalista Reinaldo Azevedo (colunista da revista Veja e autor do livro Contra o consenso), cuja palestra merece ser destacada.

O Monopólio da Virtude

“A primeira coisa que um homem fará pelos seus ideais é mentir.” (Joseph Schumpeter) - Uma característica bastante comum de se observar em certas pessoas é a tentativa de monopolizar a virtude. Normalmente são pessoas que sofrem do que Thomas Sowell chamou de “tirania da visão”, quando um ideal particular de justiça cósmica anula qualquer capacidade de reflexão honesta. Tal indivíduo não terá interesse algum em debater seriamente os meios adequados para seus objetivos, testando suas teses através da experiência e aplicando a lógica nelas. Tudo que importa são as finalidades nobres, e qualquer alternativa oferecida com meios distintos será tratada com intenso desdém, como se a própria finalidade em si do outro fosse pérfida.

Congresso dos Estudantes da Unicamp

Aconteceu, semana passada, o sétimo congresso dos estudantes da Unicamp. Um grupo de estudantes, majoritariamente de exatas, eu incluso, enviou uma tese (artigo para embasar discussões) que, embora não tivesse nenhum caráter liberal ou conservador, destoou das demais teses esquerdistas exatamente por tratar dos problemas realmente estudantis. Disponibilizo-a no meu blog. Leia-a!

18 setembro 2006

Então...

A BBC é uma coisa sensacional. Se a Segunda Guerra acontecesse hoje, a BBC faria um News Extra mostrando os pobrezinhos dos alemães vítimas do monstro horrendo Churchill. Em Hard Talk, entrevistar-se-ia alguém do governo inglês que o entrevistador, naturalmete, faria parecer um pérfido genocida de pobres nazistinhas indefesos atacados com "reação desproporcional". Far-se-ia um Peacemakers, juntando trinta especialistas mundiais, presidentes de ONGs, jornalistas, com o objetivo de meter o pau em Churchill e pedir que parasse com aquela matança na Alemanha. Um repórter iria ao reich mostrar como, apesar de ser um totalitarismo, o nazismo conseguira conquistas humanitárias, justiça social e slogans fetichentos que tais. Uma criancinha alemã suja e desdentada seria entrevistada e diria: "Os nazis fazem um grade trabalho humanitário para a população carente." Tudo isso, naturalmente, entreatado por milhares de Business Reports, mostrando as últimas novidades do capitalismo. [...]

Governo Mundial Islamita

Nada mais perfeito para os aspirantes do governo mundial islamita do que fazer a guerra para implementar a paz. Um honra, uma glória! E as mesquitas continuam vazias...

Podem os Gays Ter o Direito de Adotar?

Em todas as formas de convívio social, seja qual for a situação, intermediárias entre a pior possível e a melhor possível, sempre a criança terá um destino melhor do que entregue à própria sorte. Ao deixarmos para o Estado definir quem pode e quem não pode adotar, estamos lhe delegando o poder de definir qual a fórmula que será tida como padrão, sendo que todas as outras soluções, consideradas inferiores, serão proibidas.

Ação Humana: Um Tratado de Economia

Ludwig von Mises, a figura mais representativa e inspiradora da chamada Escola Austríaca de Economia, pode ser considerado o economista e pensador social mais contundente do século XX, sobretudo, pela sua obra Ação Humana que revolucionou o entendimento da ciência econômica.

Editorial da Semana

Leia o nosso editorial desta semana, "Versão Ideológica da Síndrome de Estocolmo , por Fábio Gigante: "...A esquerda européia e latino-americana sabe que isso pode representar a sua própria destruição no futuro, mas mesmo assim sente uma grande admiração pelos seus algozes."

Árvore com Pé de Barro

A PERENIZAÇÃO política da ÁRVORE LULA, foi bem explorada e mesmo calçada em expurios caminhos, deu os frutos para a destinação final que foi o voto; mas hoje, todos nós já sabemos dos meios empregados por aqueles que plantaram esta árvore, e o CONTINUISMO POLÍTICO do CLOROFÍLICO VEGETAL não vingará mais. (Por Walmari Prata Carvalho, em Colaboradores)

17 setembro 2006

Será o Benedictus?

A Guarda Suíça em alerta máximo! Os muçulmanos não gostaram da associação que o Papa Bento XVI fez entre religião e violência. Se o Bispo de Roma não se desculpar, prometem apelar para a violência.

16 setembro 2006

Nossa nação não é bicolor

Nos últimos anos, a questão das cotas raciais tem sido objeto de muita polêmica. No entanto, em raras vezes os debatedores apresentam dados que dêem sustentação às suas teses. Ademais, há o problema da leitura incorreta das estatísticas, bem como os estereótipos que tentam desqualificar como racistas aqueles que se opõem às cotas e negam que o Brasil seja uma nação bicolor, em que brancos oprimem negros. O livro Não somos racistas (Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 2006), do jornalista Ali Kamel, contribui para o enriquecimento dos debates, pois apresenta, em linguagem clara e direta, argumentos sólidos que refutam idéias equivocadas sobre a situação de brancos, pardos e negros do Brasil e apontam os erros de políticas que, em vez de ajudar certos grupos, causam-lhes mais problemas e ameaçam transformar o Brasil num país de conflitos.

Morreu Oriana Fallaci

"A polémica jornalista italiana Oriana Fallaci morreu, esta sexta-feira, aos 77 anos...

14 setembro 2006

Menos Estado, Mais Progresso!

A reduçãodo Estado passa necessariamente pela privatização de estatais. A educação, decisivo insumo para gerar o progresso, deve ser ofertada cada vez mais pelo setor privado. Tanto a educação básica e superior até no campo da pesquisa e desenvolvimento (P&D). A despolitização do ensino por si só já traz grandes benefícios. Sem falar que o setor privado, operando em regime de livre concorrência, tem os incentivos para ofertar serviços de melhor qualidade à preços cada vez menores. Leia mais...

Sabe a última do PT?

Piadas de português são tão comuns que a pessoa é usualmente obrigada a perguntar antes de contá-las: "sabe a última do português?", para não correr o risco de aborrecer o ouvinte com uma piada velha. Pois a mesma coisa acontece com histórias de roubalheiras em governos do PT. E aí eu pergunto: sabe a última do PT?

Enfim, a verdade!

Para um público de estudantes universitários, majoritariamente de esquerda, militante do PCdoB assume que, à exceção de Alckmin, todos os principais candidatos são de uma esquerda socialista e que o objetivo do PCdoB (aliado do PT) é hoje, e sempre foi a revolução socialista. Leia mais

13 setembro 2006

O Ovo da Serpente, de novo

Eu já toquei no assunto, o Fabiano também, mas eu me vejo obrigado a voltar ao tema: está se formando no país um movimento negro de coloração fascista. É o que se depreende do comportamento de certos "militantes" e "lideranças do movimento negro" durante as discussões sobre a infame política de cotas raciais. Adotando um comportamento ao estilo Sturmabteilung, estes militantes formam tropas de choque que comparecem a todo debate apenas para constranger ou mesmo impedir - com agressões, se necessário - que se manifestem as vozes contrárias à política de cotas racistas, digo, "raciais". Isto já aconteceu na Universidade Federal do Espírito Santo e também em pleno Congresso Nacional.

12 setembro 2006

JÁ SE FORAM 5 ANOS

Parece uma loucura, mas todas, sim caro leitor, todas as pessoas com quem conversei nestas duas semanas sabiam o que faziam às 10 da manhã no dia 11 de setembro de 2001. Leia na íntegra aqui

COINCIDÊNCIAS OU PROVAS?

Toda vez que se fala em MST tenho de aguentar algum chato me chamando de preconceituoso, de intransigente e reacionário. Me acusam de atacar gente que só está lutando por aquilo que tem direito, terra para plantar. Leia a integra aqui

Substituição Tributária Progressiva - O que é isto?

A Substituição Tributária Progressiva, ou, também, “por antecipação” ou “para frente”, consiste no regime de tributação caracterizado pela determinação, por lei, de uma pessoa que será responsável pelo pagamento do imposto de terceiros (“substituídos”) que se encontram na continuação da cadeia econômica, isto é, cujos fatos geradores devam ocorrer posteriormente.
Tendo sofrido muitos questionamentos quanto à constitucionalidade, sob alegação de infração aos direitos individuais e aos princípios constitucionais fundamentais, bem como sobre a questão da restituição do tributo, de modo a propiciar a devolução (ou o direito de registrar como crédito) a diferença entre o apurado segundo o regime e o método de aferição mensal, a entrada no mundo jurídico da STP pode ter afetado sobremaneira todo o edifício do sistema tributário constitucional e legal, revogando ou enfraquecendo diversos conceitos basilares, principalmente o de fato gerador...

11 setembro 2006

Carta-Resposta a FHC

Breves Notas - Lefebvre de SaboyaDemorou, demorou muito, mas aconteceu. O presidente Fernando Henrique Cardoso publicou uma carta aberta chamando os bois de bois, os fatos de fatos, e os problemas pelo nome. Além disso, escreveu bonito e certo. Mais que um simples balanço do atual PSDB e da rarefeita oposição ao governo de Luís Inácio da Silva, é um texto que aponta os próprios erros internos e externos do partido, e com audaciosa precisão — fato raro na recente história política nacional. Porém, o que não tardará, será a reação à coragem de Fernando Henrique. Diante do quadro político favorável, a esquerda tentará inibir com unhas e dentes (e quem sabe, com projetos de lei) qualquer tentativa de fortalecimento de seus opositores, políticos ou não.

Continue a Ler...

10 setembro 2006

A Cruzada Reversa

“Existem momentos na vida onde manter-se em silêncio é um erro, e falar uma obrigação; um dever cívico, um desafio moral, um imperativo categórico do qual não podemos escapar.” (Oriana Fallaci) - Passados cinco anos do atentado terrorista que estarreceu o mundo, choca-me que muitos ainda preferem ignorar fatos da realidade sobre o que representa a verdadeira ameaça islâmica. À época do ataque coordenado por Bin Laden, a escritora italiana Oriana Fallaci escreveu um pequeno livro – um verdadeiro desabafo – intitulado The Rage and the Pride. Trazer alguns pontos da autora nessa data, para relembrar determinados argumentos esquecidos, é meu objetivo com este artigo.

100 MOTIVOS PARA NÃO VOTAR NO LULLA!

7 - Lula diz que não sabia de nada o que ocorria nos gabinetes ao lado. O dinheiro ao qual ele era a autoridade máxima era gasto em atos ilícitos sem ele saber. Incompetencia não deve ter lugar no planalto. 8 - Lula prometeu criar dez milhões de empregos e não o fez. 9 - Parentes do presidente Lula que vivem na zona rural de Caetés (a 245 km de Recife), terra natal do presidente, acham que nada mudou em suas vidas nos três anos e meio do atual governo. Dizem que Lula não cumpriu a promessa de melhorar o fornecimento de água na zona rural. 10 - O governo Lula tentou aprovar a Ancinav, uma agencia para regularia as atividades audiovisuais, que na prática daria ao governo o controle sobre os meios de comunicação. Se o congresso tivesse aceitado, hoje não saberíamos do mensalão. 11 - Em mais uma atitude autoritária, o principal ministro de Lula, ordenou à Caixa economica federal, sem aval jurídico que abrisse o sigilo bancário de um caseiro. Qual seria a próxima atitude? Matá-lo como aconteceu com Celso Daniel?

Declaração de intenção

Para me incentivar a mim próprio venho, por este meio, efectuar uma pequena declaração, mais propriamente um compromisso para com os meus parcos leitores, e dar algum rumo a este blogue - agora que sei que os blogues são considerados como imprensa alternativa.

Deserção Justa

Tentando convencer os leitores da malignidade do exército americano, o jornalista da Isto É Osmar Freitas Jr. escreve um artigo comentando a deserção de 5,5 mil soldados, e acrescenta a seguir o depoimento de duas testemunhas somente para induzir que todas estas deserções foram por motivos de consciência devido às supostas atrocidades cometidas no Iraque, quando então ele encerra com a frase “para muitos soldados não falta coragem, sobra consciência”.

09 setembro 2006

Complexo de Inferioridade

Existem vários motivos que podem levar um indivíduo a aderir ao coletivismo. Um deles, entretanto, desperta-me um interesse maior, pois não faz distinção entre graus de inteligência ou renda nas vítimas. Trata-se de um anti-individualismo patológico, um estado mental onde há um certo ódio pela figura do indivíduo. A pessoa pode ser rica, inteligente e bem articulada, mas ainda assim sofrer desse sentimento anti-indivíduo, buscando refúgio em algum ente coletivo. Ela precisa de uma válvula de escape coletivista, de algum grupo o qual se identifique, podendo assim anular suas falhas – e virtudes – como indivíduo. A destruição do “eu” é o objetivo final. Por trás dessa fuga, está um grande complexo de inferioridade.

Cuidado com essa frase

Certa vez, tinha visto em uma propaganda de revista a seguinte frase: "Toda a educação deve ser obrigatória e gratuita".

O polvo ao jantar

O Bridge to Chinatown, no sudeste de Londres, não é o mais sofisticado restaurante chinês de tipo Halal (respeitador do Corão) na megalópole. Um advogado paquistanês, ligado ao conselho municipal, diz-me que prefere, por exemplo, o Tas. Mas, há 48 horas, a Polícia, com aparato antimotim, decidiu investir sobre o primeiro local, interrompendo o jantar. Simultaneamente, houve operações no Leste de Sussex, na “quinta escola” Jameah Islameah, e em Manchester. Tratava-se de investigar a existência de uma rede de “campos de treino”, que prepararia uma “guerra ideológica” e paramilitar, de grande fôlego.

08 setembro 2006

Os motivos do inexplicável

Quem não desanima vendo um cabra ignorante, preguiçoso e desonesto caminhando célere rumo à reeleição... para Presidente da República! Tal situação é de deixar estarrecido qualquer um que tenha mais de dois neurônios - e que seja honesto, é claro. E é assim que a maioria de meus colegas (na blogosfera e fora dela) e eu temos nos sentido. And who could blame us? Quem poderia imaginar que o país desceria tão baixo, a ponto de boa parte da população aceitar numa boa que se mantenha um bandido na Presidência? Como explicar racionalmente este fenômeno? Pois há explicações para o que vem acontecendo, sim.

Leia o nosso Editorial, por Hélio Rodrigues Pereira!

Como distinguir, no meio desse caos, os elementos que verdadeiramente compõe um quadro coerente dos acontecimentos em marcha ? Como saber o que é verdade e o que é fantasia especulativa ? Resposta: Adotando critérios de validade e filtrar o que procede e o que não. Modelos para acuracidade dos dados, dos testemunhos e das fontes podem ser obtidos mediante exemplos bem sucedidos em prever o futuro.
Reunir estas informações é um dos compromissos dos Blogs Coligados.

07 setembro 2006

A carta de FHC

Não nego que FHC me seduz. O último Roda Viva de que participou, há pouco tempo, me deixou encantado. Depois de ver o Supremo Apedeuta falando asneiras diariamente nos últimos quatro anos, é bom (ou não...) lembrar que no lugar dele já esteve um homem que é, em primeiro lugar, um wit e depois alfabetizado, educado, preparado, culto, fino, muito lido e bom manejador do idioma pátrio que consegue verbalizar um pensamento inteiro sem nenhum erro de concordância. Mas a sedução dura pouco.

06 setembro 2006

Vereadores Federais

Afinal, sejamos francos: votar em vereadores, deputados estaduais e federais, prefeitos e governadores, para quê? Vivemos em uma democracia viciada, onde tudo já está pré-definido pela União. No fim das contas, o político brasileiro não tem mais nada a fazer se não exercitar a sua capacidade de ser um bom “pedinte” de recursos junto à União. Só.

04 setembro 2006

Lucas, o Socialista

Uma das vantagens de ter filha pequena é que posso ver todos os filmes infantis sem precisar disfarçar ou arrumar um pretexto qualquer. Adoro tais filmes! Alguns passam mensagens bem interessantes, além de tudo. Em Formiginhaz, por exemplo, o personagem principal questiona a ausência de liberdade onde tudo é feito pelo bem da colônia. Ele reclama que não se recebe muita atenção sendo o filho do meio de 5 milhões de irmãos. Não é a mesma mensagem que Lucas, Um Intruso no Formigueiro tenta passar, usando as formigas como tema também. Nesta produção de Tom Hanks, o inseto gregário é um ícone da perfeição, um ideal a ser perseguido pelos humanos individualistas.

02 setembro 2006

As contradições do socialismo - parte 3

Era uma vez, um país que adotou um novo regime. Nele, o governo e o partido eram um só. Toda a produção foi planejada e conduzida pelo Estado para levar a nação à glória. A classe dos exploradores do povo foi toda extirpada. E o serviço secreto cuidaria do resto. Parece a Rússia pós-revolução comunista de 1917? Mas não é. É a Alemanha nazista.