24 abril 2007

Massacre na Virgínia: Mais armas. menos mortes

Tenho notado que mesmo liberais acabam usando o discurso de que as armas (comércio e uso) deveriam ser banidas da vida pública para que acontecimentos como esse não se repetissem. Mas um estudo feito pelos economistas John Lott and Bill Landes que, "estudando TODOS os incidentes envolvendo atiradores nos Estados Unidos de 1977 a 1999, concluíram que leis liberando o uso de armas eram as únicas leis que poderiam ter efeito na diminuição destas ocorrências. Estados americanos que liberam o porte de armas reduziram casos de massacres do tipo em 60 por cento e os mortos e feridos por estes ataques em aproximadamente 80 por cento"

Um comentário:

Claudio disse...

Caro Luis,

John Lott nao é mais uma referencia crivel. Eu até o achava inteligente. Agora, não confio em nada mais que escreve. Uma pena.

Abraços

Claudio